The Cakery
Gourmet

Sim, há o bolo certo para cada mood

Haverá algum estado de espírito que não case bem com uma fatia de bolo? Eu acho que não e as irmãs à frente do “The Cakery”, Filipa Galvão e Catarina Pereira Coutinho, parecem concordar comigo.

"Let them eat cake", disse Maria Antonieta, a figura extravagante da corte francesa que nos é retratada entre banquetes opulentos e lembrada por fazer das sobremesas prato principal. E se em muito se discordava da última rainha de França, numa coisa ela estava certa: quem não gosta de bolos?

A verdade é que nem precisamos de ser uns gulosos sem cura para procurarmos conforto emocional numa fatia de bolo. Quer em momentos de alegria, quer em dias de tristeza, tudo é válido numa colherada doce, menos o sentimento de culpa. E por esta razão decidimos saber quais os bolos certos para os diferentes moods, junto de quem percebe da coisa.

Para poucas surpresas, Filipa e Catarina revelam que o bolo de chocolate é o bestseller do espaço que lembra as patisseries parisienses, até porque, como diz Filipa, "não há nada como um bolo de chocolate". E é precisamente esta a opção que apontam como a perfeita para um boost de energia, em dias de baixo-astral.

E para quem escolhe visitar este espaço no final de um dia de trabalho, quando impera o cansaço e esgota-se a paciência, o delicioso cheesecake basco é a sugestão do "The Cakery".

Passando para estados de espírito menos cinzentos e contando com o verão à porta, o nosso mood pede algo fresco e as irmãs Filipa e Catarina não têm dúvidas quanto às melhores opções: a deliciosa tarte de lima ou a famosa pavlova.

E não estaríamos a falar de bolos se não nos lembrássemos dos dias festivos. Aqui, as irmãs dividem-se entre o cheesecake de doce de leite e o praliné, mas concordam que quem procura um bolo de aniversário nunca deixa de parte o de chocolate.

RELACIONADOS

Evasão

Fim de semana fora? Estes são hotéis celebram a liberdade

Uma nova cadeia agrega oito hotéis de design portugueses que dizem distinguir-se pelo localismo e liberdade e chamam-se Octant. Apetece ir a todos e a cada um e deixarmo-nos ficar por lá uns bons dias.

Gourmet