Cachecol | Fotografia: Pexels
Coolhunting

A história curiosa dos cachecóis que já serviram para combater o calor

Os cachecóis nem sempre serviram para nos protegermos do frio. Conhece a história da peça essencial no inverno.

A palavra cachecol é de origem francesa e junta cacher, que significa esconder, e col que se traduz para pescoço, ou seja, “esconder o pescoço”. O que faz sentido, já que os usamos para nos protegermos do frio, mas nem sempre foi assim.

Na Roma antiga, esta peça era usada por soldados romanos com propósito e nome diferentes. Na altura, chamavam o cachecol de focale, que consistia num pano molhado que amarravam ao pescoço para se refrescarem em dias quentes. 

Mais tarde, no reinado do imperador chinês Cheng de Jin, dizem os historiadores que os cachecóis ganharam outra finalidade: a de identificar as diferentes funções dos soldados em situação de guerra.

Já as mulheres começaram por usar lenços, de pano ou de seda, destacando-se os lenços de seda da Hèrmes que se tornaram uma referência mundial no mundo da moda. E foras estas as peças que derem lugar a outros modelos para “esconder o pescoço”: a pashmina, as echarpes, os cachecóis, os xailes e as estolas.

Progressivamente, os cachecóis e as suas variações viraram acessório de moda para cobrir o pescoço e, nos dias de hoje, são usados tanto por homens, como por mulheres.

Mas mais do que proteger contra o frio, esta peça é o completo um look e na galeria temos várias opções, da Zara à Cortefiel. Chapéus há muitos, mas cachecóis nunca são demais.

RELACIONADOS

Design e Artes

Cinco contas de decoração que tens de seguir no Instagram

Uma conta de Instagram que mostre um feed harmonioso é o suficiente para nos deixar mais relaxados.

Coolhunting