Fotografia: Pexels
Coolhunting

E se a nossa presença digital fosse real?

O mundo seria um lugar melhor, mesmo que fosse apenas uma pequena fração.

Na mesma medida que as redes sociais facilitaram a comunicação entre indivíduos, também elas melindraram a perceção que cada um tem sobre o outro. Os utilizadores usam filtros e ângulos para disfarçarem imperfeições, inseguranças e medos. Por muito que se apregoe à realidade, hoje em dias, as redes sociais são campos minados de distorção.

Com o intuito de quebrar esse padrão de falsidade, foi criada a app BeReal, que, como o próprio nome sugere, pretende que os utilizadores mostrem o seu quotidiano de forma bastante transparente.  

Apesar de só agora estar a ganhar mais utilizadores, foi em 2020 que Alexis Barreyat criou e lançou a BeReal. De forma muito simples, esta rede social permite criar uma lista de amigos e, diariamente, a horas aleatórias é enviada uma notificação lembrando que está na hora de “ser real”.

O objetivo é que cada utilizador da BeReal partilhe uma fotografia daquilo que está a fazer no momento em que recebe a notificação. A app tem acesso às duas câmaras do smartphone para que ao mesmo tempo que partilhe aquilo que estamos a ver, estamos também a ser fotografados pela câmara frontal. Esta app não permite a utilização de filtros, nem o upload de fotografias a partir da galeria.

A autenticidade parece estar a perder-se neste mundo louco e frenético, mas há projetos como este que nos dão uma lufada de ar fresco.

RELACIONADOS

Design e Artes

Estes filmes estrearam-se em Cannes e nós já só queremos um bilhete para o cinema

Será que algumas destas obras cinematográficas poderão entrar na nossa lista de filmes favoritos?

Coolhunting