As 3 tendências moda para 2023
Coolhunting

Respirem de alívio. Há apenas 3 regras de moda a seguir em 2023

Já há quem diga que este será o ano do novo normal.

Quando digo respirem de alívio, quero dizer que eu própria respirei de alívio quando me cruzei com um artigo da Fast Company que, para uma das indústrias mais criativas como é a da moda, aponta apenas três caminhos para o que vamos ver como grandes tendências neste novo ano. Só por isso, pela capacidade de síntese, ou melhor, de nos facilitar a vida a todos nós, foi de imediato leitura obrigatória e que serve de inspiração a este texto. 

Ainda que já nos comece a parecer um pouco distante a pandemia, na base da opinião de alguns especialistas em tendências de moda, continuam a estar as mudanças que a pandemia nos trouxe à forma como vivemos e nos vestimos. Para 2023, apontam a chegada de um “novo normal”, com looks mais soltos e descontraídos, mas também o regresso dos clássicos do moderno guarda-roupa que perdemos durante a pandemia, como os blazers, as gabardines e até as calças de ganga.

Mas vamos ao que importa, às três previsões que nos dizem qual o caminho que a moda vai seguir este ano, segundo os especialistas ouvidos pela americana Fast Company.

Diz adeus aos skinny jeans

Tal como em quase tudo na moda, também os modelos de calças de ganga passam por ciclos. São apontadas como um dos grandes regressos aos looks do ano, mas de corte mais largo e solto, que funcionam melhor com as botas que vão estar também na moda, as chunky lug. Modelo que mantém melhor a forma ao fim de um dia inteiro de uso, criando um visual polido e com o máximo conforto.


Vais voltar ao blazer para trabalhar

Também o que vestimos para trabalhar vai seguindo modas e códigos próprios de cada década. Depois de uma pandemia, em que nos habituámos a trabalhar em casa com todo um nível de conforto no regresso ao escritório, as empresas estão mais flexíveis (mesmo nas grandes sociedades de advogados ou consultoras…), deixando, por exemplo, entrar as calças de ganga com o tal novo corte mais largo.

Mas, curiosamente, o mesmo artigo refere que há marcas que estão a sentir um aumento na procura de blazers e fatos, principalmente no segmento feminino, talvez à procura de uma elegância esquecida durante o tempo passado em casa. A regra para 2023 é um híbrido entre o casual e o formal, com jeans e blazer, dando um ar descontraído, mas ao mesmo tempo profissional.


Vais comprar menos roupa

Há uma grande tendência que se liga à terceira regra da moda para 2023: a inflação. No atual momento de incerteza económica, os consumidores irão comprar menos e focar-se mais na qualidade e durabilidade das peças. Boas notícias para o ambiente, e uma regra que nos diz para criarmos um guarda-roupa cápsula com clássicos que se podem usar vezes sem conta.

Aliviados ou desiludidos? Para os desiludidos, deixamos uma nota apontada pelos especialistas entrevistados: Em 2023, a moda não será necessariamente aborrecida, haverá cor, padrões e até um certo excesso, por vezes, em algumas peças do nosso closet.
 

RELACIONADOS

Design e Artes

Netflix: novo filme com Daniel Craig já foi visto durante mais de 80 milhões de horas

  • 2 jan, 06:24

'Entre Facas e Segredos 2' terá sido visto em 35 milhões de casas durante a primeira semana disponível na plataforma de streaming.

Coolhunting