Fotografias: Getty | Edição de imagem: Vasco dos Santos
Coolhunting

Neste inverno, são as avós que ditam as tendências de moda

Tiramos a avó da casa de campo e levamo-la para uma estância de luxo. Misturamos os códigos de tendências passadas e damos as boas-vindas ao “Folcloric Grandma”.

Depois de uma longa temporada em que a procura por peças confortáveis e descontraídas deram o mote de muitas tendências, chegou o momento de aprimorarmos o loungewear. Mantemos o conforto das roupas, mas esquecemos os fatos de treino. 

Jane Macfarlane, Directora Criativa de Marca na The Digital Fairy, acredita que o horizonte das tendências nos reserva uma nova versão ou aglutinação de várias estéticas que já conhecemos e que agora chamamos de "avó folclórica". 

"Muitas tendências têm homenageado donas de casa e matriarcas de uma forma saudável, mas no outono/inverno 2023, a avó folclórica vai emergir", diz, citada pela imprensa internacional.

É tempo de olharmos então para o “GrandmaCore” (a essência do estilo "avó") e deixarmos de lado os padrões florais e bordados, mantendo os cardigãs, as malhas, os mocassins, os chapéus e as cargo pants.

Um velho jovial é assim a regra de moda para este inverno. No fundo, falamos dos códigos de "Cottage Core" e de "Coastel Grandmother", com peças de roupa que se querem cleans, elegantes, sem esquecer um ou outro apontamento de cor, bem como os cabelos grisalhos que deixam de estar ultrapassados.

Para melhor entendermos a estética, o melhor mesmo será lembrarmos o estilo de Jane Fonda, de Merryl Streep ou de Diana Keaton que, dentro ou fora do ecrã, parecem adotar a estética desta temporada.

RELACIONADOS

Gourmet

Três Bagos: um novo reserva que mostra o melhor do Douro

Lavradores de Feitoria acaba de lançar um novo reserva tinto de 2019.

Coolhunting