Mila Kunis é Ani FaNelli no novo drama psicológico da Netflix que se baseia no livro homónimo de Jessica Knoll
Design e Artes

'A Rapariga Mais Sortuda do Mundo': o filme da Netflix que deixa todos chocados

Protagonizado por Mila Kunis, o filme mostra cenas de violência físicas e sexuais, dando que falar nas redes sociais devido ao realismo das imagens.

Há um novo filme da Netflix que tem provocado várias críticas de clientes da plataforma de streaming nas redes sociais.

 

Apesar de ter ficado disponível para streaming na passada sexta-feira, 'A Rapariga Mais Sortuda do Mundo', protagonizado pela atriz Mila Kunis, ainda continua a suscitar críticas devido a algumas cenas que mostram imagens de extrema violência.

O filme, que se baseia no romance homónimo de 2015, da escritora Jessica Knoll, conta a história de Ani FaNelli, uma jovem que leva uma vida aparentemente de sonho, mas que guarda um segredo desconcertante sobre os seus tempos de adolescência, em que foi vítima de um crime hediondo numa prestigiada escola.

Na rede social Twitter, um utilizador escreveu que “não sabia sobre o que era A Rapariga Mais Sortuda do Mundo" antes de fazer streaming e que o filme “precisa de um aviso [de conteúdos violentos]. Vários, na verdade”.

Em causa, estão algumas cenas em que a protagonista descreve um crime de que foi vítima quando era adolescente, mostrando imagens de violência física e sexual explícitas. Nelas, Ani revela ter sido violada por três adolescentes que, mais tarde, negam o crime. 

A certa altura, confrontando a mãe com o sucedido, a adolescente é também proibida de denunciar o crime às autoridades.

Apesar das críticas nas redes sociais, no início do filme é mostrado um aviso de que serão exibidos “conteúdos violentos, violação e material sexual”. Os subscritores alegam, por sua vez, que o aviso deveria estar "mais visível".

Em Portugal, 'A Rapariga Mais Sortuda' figura em primeiro lugar no top dez dos filmes mais vistos da Netflix, sendo classificado apenas para maiores de 18 anos.

Ainda que o livro e o filme sejam um produto de ficção, há um ano a autora do livro revelou que  alguns dos factos narrados neste thriller psicológico eram inspirados nas vivências de quando tinha 15 anos.
 

RELACIONADOS

Coolhunting

Roupa da avó, make up da mãe e H&M. A preparação dos famosos para a ModaLisboa

Houvesse um recorde do Guinness para quem se prepara mais rápido para a ModaLisboa e tínhamos um vencedor. Adivinhas quem consegue preparar-se em 5 minutos? 

Design e Artes