Jean-Luc Godard com Marina Vlady, na rodagem de 'Duas ou Três Coisas Sobre Ela', em 1966 Fotografia: Getty
Design e Artes

Cinco frases de Jean-Luc Godard, o pai da Nova Vaga francesa

Aclamado por filmes como Acossado (1960), O Desprezo (1963) ou Alphaville (1965), o cineasta franco-suíço morreu aos 91 anos.

Jean-Luc Godard, nome maior da Nova Vaga francesa, morreu esta terça-feira, aos 91 anos. O cineasta franco-suíço faleceu ao final da manhã, na sua casa em Rolle, nas margens do Lago de Genebra. Estas são algumas das suas frases mais conhecidas, de acordo com um artigo publicado na revista Dazed:

“A fotografia é a verdade. O cinema é a verdade a 24 frames por segundo.”

 

“Tudo o que é preciso para um filme é uma arma e uma rapariga.”

 

“Eu penso em mim como um ensaísta.”

 

"Uma história deve ter um começo, um meio e um fim, mas não necessariamente por essa ordem.”

 

“Acredito, neste momento, mais no alfabeto. O alfabeto tem possibilidades incalculáveis.”
 

RELACIONADOS

Gourmet

Cozinha de fogo com vista para o mar

O Queimado passou a ponte e ocupa agora o Palms Dr. Bernard, na Costa da Caparica. O fogo continua presente, mas a carta está mais leve, apostando em vegetais, peixe e marisco.

Design e Artes