A Comic Con decorre entre 8 e 10 de dezembro | Fotografia: Manuel de Almeida/ Lusa
Design e Artes

Comic Con arranca esta quinta-feira em Lisboa

  • 7 dez 2022, 09:30
Lusa

Evento anual dedicado à cultura pop e ao entretenimento terá lugar em vários pontos do Parque das Nacões. Há mais de 300 horas de programação e 370 convidados.

A Comic Con Portugal, um evento dedicado à cultura pop e ao entretenimento, começa esta quinta-feira em Lisboa, com mais de 300 horas de programação num recinto melhorado. A oitava edição da Comic Con Portugal decorrerá de quinta-feira a domingo, no Parque das Nações, num recinto que inclui a Altice Arena e espaços envolventes, com uma área de 115.000 metros quadrados, para acolher oito auditórios e vários espaços dedicados à divulgação de conteúdos de entretenimento, cinema, televisão, cosplay, videojogos ou literatura.

Numa conferência de imprensa que teve lugar esta terça-feira para apresentar a programação, o diretor da Comic Con Portugal, Paulo Cardoso, disse que a atual localização é "o melhor de dois mundos", por incluir espaços exteriores e interiores, e que este ano não haverá restrições de circulação por causa da pandemia da covid-19.

Este ano, entre os mais de 370 convidados, estão nomes como o ator Sean McGuire, da série Once Upon a Time, a atriz Dafne Keen e o ator Amir Wilson, que protagonizam a série Mundos Paralelos, ou Zackary Levi, do filme Shazam!, assim como os autores Paco Roca, Wes Craig, António Jorge Gonçalves, João Tordo e Paula Hawkins.

Nestes eventos, os artistas convidados participam em apresentações públicas dos seus trabalhos, geralmente também estão disponíveis para sessões de autógrafos, sessões fotográficas com espetadores e entrevistas promocionais.

Na apresentação, Paulo Cardoso lembrou que a Comic Con existe para dar visibilidade "a produtos da cultura pop" e que depende das parcerias que a organização faz com as empresas deste "negócio multimilionário".

Nesta edição da Comic Con estão presentes, por exemplo, a plataforma HBO, a NOS Audiovisuais, os canais AMC, AXN, SYFY ou a Paramount Pictures. Da produção nacional, sabe-se que haverá apresentações e painéis dedicados, por exemplo, à serie Santiago, da plataforma Opto, da SIC, ao filme O último animal, de Leonel Vieira, e à produção da série Codex 362 para a RTP.

Paulo Cardoso sublinhou que a Comic Con é "uma experiência incrível", mas reconheceu que "Portugal é um país difícil pela receita de bilheteira perante países com maiores audiências". Questionado sobre o impacto económico da Comic Con Portugal, Paulo Cardoso disse que foi desenvolvido um estudo ainda quando a convenção decorreu em Oeiras, mas os dados não foram divulgados e estão a ser atualizados. Ainda assim, o diretor afirmou que a Comic Con "tem uma grande representatividade no retalho, nos colecionáveis, no vestuário, nas propriedades intelectuais, tem envolvência no conteúdo, nas salas de cinema e streaming. "São indústrias multibilionárias que têm sempre de se alimentar. Mas vivemos com as experiências das pessoas. A Comic Con é levar entretenimento às pessoas", disse.

RELACIONADOS

Gourmet

Há novos restaurantes exclusivos no Uber Eats

Honest Greens, Zero Zero ou Coyo Taco são alguns dos restaurantes com refeições que passam a poder ser encomendadas, em exclusivo, através da aplicação do Uber Eats.

Design e Artes