Cifrão, Edmundo e Paulo Vintém. Fotografia: Instagram
Design e Artes

O regresso dos D’ZRT é também um regresso à nossa adolescência

Podemos afirmar, sem qualquer vergonha, que este era um regresso que há muito desejado. A prova disso mesmo é um Altice Arena esgotado em pouco mais do que um dia.

Se queríamos este regresso? Sim, queríamos. Se esperávamos que fosse acontecer? Provavelmente não. No entanto, eis que fomos surpreendidos. Os D’ZRT estão de volta para um concerto, a 29 de abril, ou pelo menos era esse o plano. Acontece que em, apenas, 24 horas os bilhetes esgotaram. Calma que ainda há a possibilidade de voltarmos à nossa adolescência a banda anunciou mais duas datas, uma no dia 30 de abril no Altice Arena e outro no dia 06 de maio, no Multiusos, em Guimarães.

Foi na série juvenil Morangos com Açúcar que se deu a formação da banda, em 2004. Daí ao sucesso nacional não foram precisos mais do que duas ou três músicas. O quarteto inicial, formado por Cifrão, Edmundo, Paulo Vintém e Angélico Vieira, correu Portugal de norte a sul, arrecadando cada vez mais admiradores a cada novo concerto. Uma febre coletiva que acabou por lhes render a medalha de uma das boy band portuguesas mais bem sucedidas da história – é de notar que esta é a primeira banda portuguesa a esgotar o Altice Arena.

 

Já lá vão 15 anos desde a separação do grupo, que debaixo do braço contam com três álbuns de estúdio: D’ZRT, Original e D’ZRT Project. Durante todo percurso, este quarteto fantástico deu-nos as músicas da nossa adolescência, entre elas Verão Azul, Para Mim Tanto Faz, Feeling e Querer Voltar.

Apesar de ser com grande entusiasmo que olhamos para o regresso dos D’ZRT, não podemos deixar de notar que esta é uma notícia agridoce e todos sabemos conseguimos perceber o porquê.

Não sei quanto a vocês, mas estou capaz de me preparar com malas e bagagens para me acampar à porta do Altice Arena. Se é para voltar à adolescência, é para voltar com tudo.

RELACIONADOS

Evasão

48 horas na Ericeira: O que ver, onde comer e onde dormir

As praias fazem as maravilhas dos veraneantes, mas há mais para descobrir nesta vila do Oeste. Estas são as nossas sugestões para uns dias bem passados na Ericeira.

Design e Artes