Cena do filme "O Amor Acontece", de 2003
Design e Artes

20 anos depois, Hugh Grant ainda detesta esta cena

Nem um minuto dura, mas esta cena ainda mexe com os nervos de Hugh Grant. A confissão surge no especial que marca o 20.º aniversário do filme 'O Amor Acontece'.

O Amor Acontece estreou-se há quase 20 anos. Dito assim, dá que pensar em como o tempo passa, mas é verdade: o filme foi um sucesso de bilheteira no outono e inverno de 2003 e rapidamente se tornou num clássico de Natal.

Para quem não se recorda, a trama conta com várias personagens e um elenco de luxo: David (Hugh Grant), o recém-eleito primeiro-ministro britânico que se apaixona por uma funcionária; Karen (Emma Thompson), irmã de David, cujo marido lhe partiu o coração; Daniel (Liam Neeson), um viúvo que tenta ajudar o seu enteado Sam a conquistar o coração da amiga Joanna; Mark (Andrew Lincoln), que confessa o seu amor desesperado pela mulher do melhor amigo, Juliet (Keira Knightley); e, claro, Aurélia, interpretada pela nossa Lúcia Moniz, uma portuguesa filha de emigrantes em França, que se apaixona por um escritor britânico, papel atribuído a Colin Firth.

O vigésimo aniversário só se assinala em 2023, mas o elenco já se reuniu no especial "The Laughter & Secrets of Love Actually: 20 Years Later", de Diane Sawyer, em que foram reveladas várias curiosidades, entre elas, uma de Hugh Grant.

O ator de 62 anos ainda hoje é assombrado pela cena - que nem um minuto dura - na qual dança pelos corredores do número 10 de Downing Street, ao som do hit Jump, das Pointer Sisters. Hugh Grant detestou-a assim que a leu no guião e nunca mudou de opinião.

"Até hoje, existem muitas pessoas — e concordo com elas — que acham que é cena mais penosa alguma vez colocada em filme. Mas, lá está, algumas pessoas gostam", disse a Diane Sawyer, meio a brincar, meio a sério.

Se nunca viste o filme, esta é uma ótima altura para o fazeres. Se queres recordar o clássico, aproveita e vê também este especial.

RELACIONADOS

Gourmet

Adora risotto e ovos cozidos com queijo: as manias do Rei Carlos III

A família real britânica segue muitos protocolos, mas o Rei Carlos III tem algumas preferências pessoais bem interessantes que nada têm a ver com regras.

Design e Artes