Vinho | Fotografia: Unsplash
Design e Artes

Produção em cubas de cimento: a nova aposta deste vinho português

Os vinhos da Quinta do Carvalhido que estiveram em destaque na festa do segundo aniversário da VERSA. Para 2024, a novidade chega em cubas de cimento.

A VERSA celebrou o seu segundo aniversário no passado dia 2 de maio com uma festa única na Stivali, em Lisboa. A loja onde a moda encontra o luxo serviu de palco a uma celebração muito especial que reuniu nomes como Mário Ferreira, presidente do Conselho de Administração da Media Capital, José Eduardo Moniz, Diretor Geral da TVI ou Ricardo Tomé, Diretor Coordenador da Media Capital Digital, que brindaram ao projeto que veio preencher uma lacuna na comunicação sobre lifestyle.

Foram quatro os vinhos da Quinta do Carvalhido que estiveram em destaque: Quinta do Carvalhido Tinto 2020, Quinta do Carvalhido Branco 2022, Carvalhido Branco 2022 e Carvalhido Rosé 2020. “A escolha dos vinhos Carvalhido Branco e Rosé foi pensada tendo em conta que se tratava de um cocktail ao final da tarde, no início de maio, e que se esperava ser um dia já de primavera”, explicou Tiago Drummond Borges, um dos responsáveis pela Quinta do Carvalhido, um projeto familiar liderado por Pedro Drummond Borges.

“São dois vinhos bastante versáteis no perfil e onde a sua complexidade se adequa tanto ao primeiro copo do evento, como tem uma vertente gastronómica que poderia casar na perfeição com a gastronomia do evento. Ambos de uma acidez regulada para deixar os convidados tentados a pedir mais um copo, com intensidade alta de aromas de fruta”.

Já a opção por ter disponível o Quinta do Carvalhido Tinto e Branco foi pensada “para dar uma opção aos convidados que procurem vinho de maior estrutura e com uma maior complexidade. Estes caracterizam-se pela sua textura e equilíbrio e por um final longo”.

Um projeto familiar

Apesar da Quinta do Carvalhido pertencer à família Drummond Borges há mais de dois séculos, foi só em 2013 que Pedro Drummond Borges, a mulher e os seus cinco filhos dão início à aventura de produzir vinhos.

Durante 10 anos desenvolveram um trabalho de recuperação e planeamento das vinhas até que, em 2023, são lançados para o mercado os primeiros vinhos. “Hoje o projeto tem no mercado duas gamas: Quinta do Carvalhido (Tinto e Branco) e Carvalhido (Tinto, Branco e Rosé)” refere Tiago Drummond Borges, mas não vão ficar por aqui.

Para 2024, o foco da Quinta do Carvalhido passa por continuar a dar a conhecer o projeto e os seus vinhos, “sempre com a qualidade como ponto principal”, sublinha. “Queremos criar uma marca forte, que o consumidor associe a produtos de alta qualidade. Para isso, sermos escolhidos como parceiros em eventos como o aniversário da VERSA é muito importante”.

Vinho em cubas de cimento

Este ano, a Quinta do Carvalhido prepara-se para apresentar uma nova gama - Concrete - com um Tinto, um Branco e um Rosé. “Será algo que se irá destacar pela sua qualidade e por serem vinhos diferenciadores no que toca ao estilo. Será uma gama Concrete, tal como o cimento”, já que todo o processo de produção e estágio é feito em cubas de cimento.

“Esta nova gama tem a novidade de serem vinhos que fazem todo o processo de fermentação e estágio em cubas de cimento. São vinhos diferenciadores, quer nos aromas (como o cimento molhado), quer no paladar, onde iremos notar uma frescura e uma complexidade fruto do contato com o cimento”.

Com este lançamento, a Quinta do Carvalhido pretende juntar ao seu portfólio mais uma vertente daquilo que o terroir e a região do Douro podem fazer, utilizando apenas uvas da quinta e castas típicas da região (Touriga Nacional, Tinto Roriz, Tinto Cão, Tinta Amarela, Arinto, Viosinho e Rabigato).

 

Coolhunting

Gucci (re)define a nova It Girl

Sabato de Sarno apresentou a sua primeira coleção Cruise para a Gucci, mas só conseguimos reparar nos sapatos tendência deste ano e que, pelos vistos, vão continuar em alta em 2025.

Design e Artes