Daniel Craig vestiu a pele de James Bond em cinco filmes Fotografia: MGM
Design e Artes

Novo 007 não será uma mulher, mas pouco mais se sabe

O novo filme será “uma reinvenção de Bond”, avançou a produtora da saga, Barbara Broccoli.

Depois de Sem Tempo para Morrer (2021), último filme em que o ator britânico Daniel Craig vestiu a pele de James Bond, continua sem se saber quem será o seu substituto. Barbara Broccoli, produtora dos filmes de 007, disse, em junho, ao site Deadline, que irá demorar “pelo menos dois anos” até que comecem as gravações de um novo filme.

Sobre quem irá substituir Daniel Craig, acrescentou ainda que não há previsão de quando será avançado um nome, uma vez que o próximo filme trará “uma reinvenção de James Bond”. Broccoli apenas adiantou que o próximo 007 não será uma mulher, deitando por terra a teoria de que seria Lashana Lynch (que no último filme interpreta parcialmente o papel de 007) a dar continuidade à personagem, escreve ainda o Guardian.

“Não há ninguém na corrida [ao papel]. Estamos a trabalhar sobre que caminho lhe dar. Não há um guião e não podemos anunciar um novo até decidirmos como iremos abordar o próximo filme porque, de facto, é uma reinvenção de Bond. Estamos a reinventar quem ele é e isso demora tempo. Diria que só iremos filmar dentro de dois anos”, disse, por sua vez.

De acordo com o Guardian, alguns dos principais nomes na calha são os de Tom Hardy, Henry Cavill, Idris Elba, Regé-Jean Page e Richard Madden.

RELACIONADOS

Evasão

Em agosto, Out Jazz dá música aos jardins da Quinta Real de Caxias

Aos domingos, a partir das 17h e até o sol se pôr, o Somersby Out Jazz toma conta dos jardins da Quinta Real de Caxias com atuações de artistas nacionais. A entrada é livre.

Design e Artes