Craveiral
Evasão

O Craveiral é natureza, mas também é arte e uma forma de (se) estar

Depois das residências artísticas, o próximo fim de semana será com música e com a curadoria de Moullinex.

Assunção de culpa: este texto é escrito por alguém que gosta dessa forma de (se) estar no Craveiral Farmhouse. É aquele hotel que mais parece uma casa; é aquele lugar longe, mas que se torna próximo; é aquele nascer do dia que só rivaliza com o por do sol; é onde temos sempre alguma coisa para fazer, mesmo que seja não fazer nada. Ou quase nada. No mercado da hospitalidade atual, chamam-lhe o verdadeiro luxo barefoot.

Se o Craveiral já era isto tudo, este ano voltou a aventurar-se e a ser novamente a casa de artistas e um lugar onde, para além de se respirar natureza, se passa também a respirar arte. O BLANK100, projeto artístico nómada nascido em Londres, tem estado com uma residência artística no Craveiral, com seis participantes de disciplinas diferentes.

Até cinco de dezembro, em São Teotónio, bem perto da Zambujeira do Mar, Adjoa Armah, Anousha Payne, Jeewi Lee, Malte Zenses, Navot Miller e Rosa Tharrats inspiram-se, criam e trocam experiências. Entre eles, mas também com quem visita o Craveiral, já que é fácil ficarmos à mesa e à conversa com os artistas que habitam o espaço durante quatro semanas.

Alinhada com a visão pensada para o Craveiral, a residência artística torna-se numa plataforma única para coletivamente explorarem-se questões contemporâneas. Como uma espécie de matéria prima, os artistas têm a paisagem rural, os parques naturais e as praias selvagens da região. Um mundo novo e desconhecido, que pode trazer novas possibilidades e desafios ao processo de trabalho. Por outro lado, há o tema da sustentabilidade que faz parte do ADN da Quinta e que desafia também os seis artistas a pensarem seja em materiais eco-friendly, seja em processos de reciclagem e de respeito pelo ambiente.

E, uma vez nas artes, o próximo fim de semana terá a música no centro da programação. O evento Ponto de Fuga, com a curadoria do Moullinex, junta quatro momentos musicais e um DJ Set. Uma experiência única e intimista que reúne os artistas que se encontram a realizar a residência artística da Blank ao Moullinex e aos convidados Discotexas (Xinobi, GPU Panic, Da Chiick e Yizhaq). A experiência fica completa com a gastronomia Farm to Table e a participação de chefes convidados.

O valor por pessoa, por noite, com tudo incluído (alojamento, música e refeições) é de €150 (mínimo duas noites e ocupação dupla de casa). Mais informações em ola@craveiral.pt.

RELACIONADOS

Evasão

Aceita este presente antecipado: um desconto num hotel

A Black Friday começa mais cedo e em bom. Que tal um desconto de hotel? Escolhe um do InterContinental Hotels Group.

Evasão