Lisboa Fotografia: Unsplash
Evasão

O que fazer antes de o outono se instalar (de vez)

A pensar no fim de semana que temos pela frente e nos dias soalheiros que ainda aí vêm, dizemos-te como ocupar o tempo antes da chegada dos dias mais curtos e cinzentos.

Os dias já começaram a encurtar, as manhãs e os finais de tarde já exigem uma malhinha pelas costas, mas parece que a nova estação ainda não se instalou completamente. É que, olhando para a previsão meteorológica dos próximos dias, avizinham-se ainda dias soalheiros, com temperaturas que fazem lembrar os dias veranis. Em Lisboa, as máximas chegam aos 31ºC, por exemplo. E, como tal, olhamos para a agenda e reunimos sugestões de coisas para fazer nos próximos dias. Ao ar livre, com vista para o rio ou para o mar, ou num programa mais cultural, estas são algumas ideias para aproveitar o fim de semana e os próximos dias de bom tempo que aí vêm.


Fim de semana no Jardim Zoológico

A 4 de outubro celebra-se o Dia Mundial do Animal e o Jardim Zoológico, em Lisboa, está a celebrar o nascimento de uma cria de um Órix-de-cimitarra, uma espécie de mamífero considerada extinta até ao momento, originária de estepes semiáridas e de desertos. A propósito do seu nascimento, nos dias 1 e 2 de outubro, sábado e domingo, há várias atividades no Jardim Zoológico, pensadas para os mais pequenos e para famílias. Entre as 10h e as 16h de ambos os dias, as conversas  Animal Talks  explicam aos visitantes algumas curiosidades sobre os habitantes do Zoo – entre eles, a mais recente cria, é claro. No dia 1 de outubro, tem também lugar o lançamento do livro “Uma Aventura no Arco-Íris” da autora Liliana Brito. Às 15h, e depois às 17h, as crianças poderão saber mais sobre este fenómeno físico no coreto do Jardim Zoológico. 

Exposição ICONS, na Cordoaria Nacional

Este espaço cultural de Lisboa tem patente, desde 24 de setembro, mais de 100 imagens do fotógrafo norte-americano Steve McCurry. Com curadoria da italiana Biba Giacchetti, uma das fundadoras da agência Sudest 57, são exibidas algumas das imagens mais conhecidas do fotógrafo, mas também outros registos que ajudam a pôr em perspetiva uma carreira com mais de 40 anos. Em Icons, mostra que pode ser visitada até janeiro próximo, os visitantes são levados numa viagem que passa por países como Afeganistão, Paquistão, Índia, China, entre outros. Uma das suas fotografias mais emblemáticas, intitulada Rapariga Afegã, integra a seleção de imagens, dando a conhecer a história de Sharbat Gula, uma menina afegã que foi fotografada por McCurry em 1984, aparecendo na capa da revista National Geographic no ano seguinte. Os bilhetes tem o custo de €10.


Um copo com vista sobre Lisboa

Este sábado, 1 de outubro, a marca de whiskey Famous Grouse ocupa a esplanada do Sacramento do Chiado para um evento que quer celebrar as melhores vistas de Lisboa. Com início às 17h, prolongando-se até às 20h, a entrada é gratuita, sendo servidos vários cocktails à base de whiskey. O largo das Portas do Sol (7 de outubro) e a discoteca Lux Frágil, em Santa Apolónia, são alguns dos locais por onde o evento irá passar.

Dançar como se estivéssemos nos anos 1990

O Sky Bar by Seen, em Lisboa, na Avenida da Liberdade, tem um mês repleto de programação musical que nos transporta para os anos 1990. Este sábado, 1 de outubro, Da Chick e DJ Isac Ace fazem-nos dançar na pista ao som de temas de hip hop, new wave e disco. No feriado de quarta-feira, dia 5, há de novo  música ao vivo, com Señor Pelota e Rui Maia. Na agenda de outubro figura ainda a dupla Janeiro e Kyle Quest, que apresenta uma jam ao vivo a 14 de outubro. A encerrar o mês, no dia 27, sobem ao palco DJ Lucky (gira discos), EdJam (saxófone e Ruca Rebordão (percussão). A entrada é gratuita e a festa acontece entre as 18h00 e as 21h. 
 
Provar a melhor gastronomia nacional rodeado de natureza

A 1 e 2 de outubro, as aldeias de Penha Garcia e de Idanha-a-Velha voltam a estar no centro da gastronomia nacional. Durante dois dias, o evento gastronómico Arrebita Idanha Bio está de regresso às duas aldeias com 20 chefs que protagonizarão momentos culinários únicos, sempre focados na sustentabilidade e na promoção dos produtos da região. Uma das novidades deste ano é a Blues & Fire Party, uma celebração que combina música e gastronomia, tendo como anfitriões Ljubomir Stanisic e os músicos The Legendary Tigerman e Ray. Em torno de uma fogueira no centro histórico de Idanha-a-Velha, os três vão cozinhar e fazer música, no último dia do festival, a partir das 18h30. A entrada é livre e todos os pratos terão o preço único de €6. Haverá ainda bares com vinhos, cervejas, cocktails e sumos naturais – pensados para harmonizarem com os pratos servidos.
 
 

RELACIONADOS

Coolhunting

C'est la vie à Paris: francesas vestem os 6 casacos tendência deste outono

A moda parisiense vai além da Paris Fashion Week e as lições de estilo para este outono começam nas ruas de França.

Evasão