Campo de Criptana, Ciudad Real
Evasão

Os melhores tesouros escondidos de Espanha

Fugimos da confusão de Barcelona, Madrid ou Sevilha e seguimos viagem para alguns locais menos conhecidos em terras de "nuestros hermanos". São ótimas sugestões para as próximas férias.

Zamora, Castela e Leão

É a cidade europeia com o maior número de edifícios românicos, entre eles 24 igrejas, uma catedral, um castelo, uma ponte, dois palácios, nove solares e muralhas defensivas que cercam a cidade. De comboio de alta velocidade, fica a menos de uma hora de Madrid.

O rio Douro serpenteia pelo coração da cidade e molda a paisagem circundante. Podes visitar o Lago Sanabria, o maior lago glacial da Europa e Puebla de Sanabria, uma das mais belas aldeias de Espanha. Mais a Sul, as Arribes del Duero fornecem algum drama. As imponentes falésias e os fiordes abaixo delas funcionam como uma fronteira natural com Portugal.

La Calderona, Valência

No Parque Natural da Serra Calderona, ou La Calderona como é mais conhecida, podes encontrar florestas de pinheiros e medronheiros, ravinas, vistas deslumbrantes e picos dramáticos. O cume de Montemayor, a uma altitude de cerca de 1.000 metros, é o ponto mais alto do parque.

Embora os residentes de Valência conheçam este tesouro, porque está localizado próximo da capital da província, permanece um segredo para muitos espanhóis e ainda mais para os estrangeiros. Isso significa que os visitantes ainda podem encontrar tranquilidade e até um pouco de mistério ao lado da beleza e esplendor do parque. Para quem gosta de caminhar e observar aves, este é um pequeno paraíso com várias rotas.

Briones, La Rioja

Esta cidade murada com 700 habitantes é possivelmente a mais bonita da Rioja. Tem ruas de paralelepípedos, pequenos palácios e igrejas. Lá, podes fazer o roteiro do vinho, que começa no Vivanco Museum of Wine Culture, considerado um dos melhores do mundo.

Nos dias 17 e 18 de junho de 2023 realizam-se os Dias Medievais, declarado Festival de Interesse Turístico Nacional em 2012, que celebra um tratado de 1379 entre os reis de Castela e Navarra

Campo de Criptana, Ciudad Real

É no Campo de Criptana, Mota del Cuervo e Consuegra que estão alguns dos moinhos de vento mais pitorescos e bem preservados da região. As três cidades também possuem outros encantos que justificam pelo menos um fim de semana como o Celeiro Real, o Convento dos Carmelitas Descalços e dez ermidas – o mais impressionante de eles são os dedicados à Virgen de la Paz, ou Virgem da Paz.

Comillas, Cantábria

Comillas é um daqueles lugares sobre os quais evitas falar com medo de que a palavra se espalhe. Por enquanto, continua a ser uma tradicional cidade de veraneio no norte de Espanha, com mais casas do que hotéis, e mais pessoas a passar grandes temporadas do que só uma semana.

Os edifícios da Pontifícia Universidade Comillas, o Palácio Sobrellano, a igreja barroca de San Cristobal e o sítio arqueológico Cuevas de la Meaza e o El Capricho de Gaudí são pontos de grande interesse.

Canfranc, Huesca

Fica muito perto de França e do Parque Nacional dos Pirenéus. Oferece-te montanhas, desportos de neve, gastronomia, património cultural e uma paisagem de sonho.

Por aqui passam o Caminho de Santiago, o Summus Portus dos romanos e a linha ferroviária internacional.

Las Merindades, Burgos, Castela e Leão

Alfoz de Bricia, Alfoz de Santa Gadea, Arija, Berberana, Cillaperlata, Espinosa de los Monteros, Frías, Junta de Traslaloma, Medina de Pomar são algumas das 26 vilas e cidades que compõem Las Merindades, um canto de Castela e Leão que fica no sul da região basca.

Puentedey, com menos de cinquenta residentes, é a vila mais mágica da região e pertence à lista das Vilas Mais Bonitas de Espanha. Também Frias, localizada na colina conhecida como La Muela com vista para o rio Ebro, deve estar no teu roteiro.

Enkarterri, Biscaia, País Basco

Poucas pessoas conhecem Enkarterri, um recanto rico e surpreendente da província de Vizcaya (Biscaia) que fica a apenas 35 minutos de Bilbao. A área tem uma importante herança “indiana” – a palavra usada em Espanha para descrever os espanhóis que foram para as Américas, ou para as Índias, para fazer fortuna. Aqui podes encontrar algumas das luxuosas Casas Indianas, mansões que são o resultado de versões do século XIX do sonho americano.

Aqui está também localizado o maior vale da província (Karrantza Harana/Valle de Carranza) com muitas opções para caminhantes, ciclistas, espeleólogos e também para quem procura atividades de baixo impacto, como a tradição japonesa do “banho de floresta", e é também aqui que se guarda a maior coleção particular de Rolls-Royces da Europa, localizada em um castelo do século XIV.

Baixo Aragão

Localizado a cerca de 90 minutos de carro de Valência, tem paisagem de abismos, rios e pântanos moldados pelo clima extremo e pela passagem do tempo, que dão origem à flora e fauna únicas da região.

Não é fácil encontrar hotéis de primeira linha por aqui, mas há alguns empreendimentos promissores como a bela Torre del Marqués, enquanto o Parador de Alcañiz tem uma localização incomparável no topo de uma colina ao lado de um castelo e convento.

Leva sapatos confortáveis para visitares as pinturas rupestres (Val del Charco del Agua Amarga), os sítios ibéricos (na Rota dos Ibéricos do Baixo Aragón), para escalares montanhas (seguindo a Rota dos Gigantes de Pedra), ou contemplares as estrelas (na Rota dos Miradouros Astronómicos).

Múrcia, a cidade e a região

A província de Múrcia tem um dos trechos mais belos e selvagens da costa mediterrânea da Espanha. As águas do Cabo de Palos são as preferidas dos mergulhadores, enquanto a exuberante Sierra de Espuña é o coração verde da província, rodeada de vastos pomares.

Cáceres, Extremadura

A cidade de Cáceres é uma boa porta de entrada para explorar o Vale do Jerte e a zona de Vera, parte da Extremadura famosa pela grande floresta e muitas nascentes. A região mais ampla da Extremadura tem um total de seis sítios classificados pela UNESCO que os viajantes vão querer visitar: os monumentos históricos de Cáceres, os sítios arqueológicos de Mérida, o Real Mosteiro de Santa María de Guadalupe, a Biosfera e Parque Nacional de Monfragüe, o Tejo Internacional Reserva da Biosfera e o Geoparque Mundial Villuercas-Ibores-Jara.

Em 2022, a Extremadura afastada da costa ostentava impressionantes praias fluviais com Bandeira Azul nos seus lagos, rios, cachoeiras e riachos. Baños de Montemayor e Alange recebem frequentadores de spa desde que os romanos construíram banhos em ambas as fontes termais.

Pals, Girona, Catalunha

Esta vila medieval dá acesso às enseadas mais encantadoras da Costa Brava da Catalunha. Se fores um explorador, podes mergulhar no Vies Braves, uma rede pública de rotas marinhas e de águas abertas que oferece uma experiência mais selvagem do Mediterrâneo.

Também podes aprender mais sobre a rica herança românica e medieval da Catalunha seguindo rotas pelas aldeias de Begur, Palau Sator, Peratallada e Monells, entre outras.

Valle de Arce, Navarra

O Valle de Arce (ou Artzibar, em basco) é uma das áreas mais conhecidas de Navarra com uma das maiores e mais bem preservadas florestas da Europa. Este destino está cheio de tesouros naturais e históricos, mas não de pessoas, já que na vila e aldeias próximas só vivem cerca de 300 pessoas.

Os Pirinéus de Navarra são bonitos em qualquer altura do ano, estejam eles cobertos de neve ou carregados de água nos lagos alpinos no verão. Esta parte dos Pirenéus de Navarra é um paraíso para os amantes da montanha e das caminhadas, que encontrarão percursos para todos os níveis e gostos.

RELACIONADOS

Coolhunting

Marta Ortega: a dona e maior embaixadora da Zara faz 39 anos

A presidente executiva do Grupo Inditex leva uma vida discreta em Madrid, onde vive com o marido e os filhos.

Evasão