Fátima Lopes FW22/23. Fotografia: D.R.
Coolhunting

Queremos todas as peças de Fátima Lopes para o dia a dia

A estilista revisitou três décadas de criações e adaptou os modelos à atualidade. Há algo mais atual do que brilhar com vermelho no inverno?

Hoje em dia um desfile já não é só um desfile. Num evento de moda, os olhos deixaram de estar postos apenas nas tendências apresentadas na passerelle, para observar também os modelos que desfilam de forma informal. E no 30.º aniversário da marca Fátima Lopes, enquanto o espetáculo não começava, todos olhavam entre si como que a registar as tendências antes das mais esperadas.  

A atriz Inês Nunes e a influenciadora Maria Dominguez apostaram em blazers, quase antevendo que esta peça faria parte da nova coleção apresentada por Fátima Lopes, e os modelos Rian vitor e Kailany P. Guimarães conseguiram o inédito: levar a mesma camisa entre tantas ofertas no mercado. Vantagem: mostraram-nos a versatilidade de uma só peça.  

Estes modelos só tiveram direito a desfilar até se posicionarem no lugar certo para assistir ao verdadeiro desfile da nova coleção outono/inverno 2022 de Fátima Lopes, inspirada nas criações dos 30 anos de carreira, mas agora adaptadas aos tempos modernos, explicou a estilista em entrevista à Versa.  

Quase como num jogo de futebol, foi fácil perceber as jogadas certeiras. Bastava sentir o público vibrar sempre que um modelo surgia de corpo esguio a envergar as peças que possivelmente vão marcar as décadas que se seguem na carreira de Fátima Lopes.  

Entre elas está um vestido completamente transparente que mostrou como a estilista, mesmo 30 anos depois, não tem medo de arrojar e encoraja outras mulheres a fazê-lo.  

Vestir Fátima Lopes também é possível no dia a dia, e a prova são os sobretudos, os blazers, o denim e as várias peças em vermelho que desfilaram ao lado de outras criações pensadas para momentos especiais. 

RELACIONADOS

Coolhunting

A China grita “Guochao” e abala mercado do luxo

A nova tendência privilegia o “made in China” e pode trazer mudanças radicais no consumo de produtos de luxo.

Coolhunting