O Arrebita ocupa duas ruas do centro histórico de Portimão Fotografia: Gonçalo Villaverde
Gourmet

Em agosto, as ruas de Portimão arrebitam com o melhor da gastronomia nacional

O Arrebita Portimão toma conta das ruas do centro histórico da cidade nos dias 20 e 21 de agosto, com a presença de mais de 25 chefs.

O Arrebita, festival gastronómico organizado pela Amuse Bouche, está de regresso a Portimão para a sua terceira edição, no fim de semana de 20 e 21 de agosto. 

Este ano, as ruas do centro histórico da cidade algarvia serão ocupadas por mais de 25 chefs oriundos de vários pontos do país, que irão preparar pratos e sobremesas com um custo fixo de €6. 

Louis Anjos (Al Sud, Lagos), André Cruz (Feitoria, Lisboa), ambos à frente de restaurantes com uma estrela Michelin são os convidados em destaque, a que se juntam nomes da cozinha algarvia como Wilson Costa (Amendoeira Clubhouse, Alcantarilha), João Viegas (Atântico, Vila Vita Parc Resort, Porches), João Marreiros (Loki, Portimão), Alípio Branco (Casa Velha, Quinta do Lago, Almancil), Nuno Martins (Numa, Portimão) ou João Dias (À Mesa, Tavira). 

António Galapito (Prado, Lisboa) e Maurício Vale (Soi, Lisboa)  integram também o cartaz deste ano, havendo ainda espaço para dar palco a chefs em ascensão: Charlotte Nunes (Rua, Lisboa, Guilherme Sousa (Terroir, Lisboa), Francisco Tomaz (Trinca, Lisboa) e Paulo Carvalho (O Zagaia/ O Batel, Sesimbra) têm presença confirmada. 

E porque não só da gastronomia portuguesa vive o Arrebita Portimão, também haverá espaço para que chefs estrangeiros a residir em Portugal dêem a conhecer o seu trabalho. É o caso de Shay Ola (Queimado, Costa da Caparica) e de Alessandra Borsarto (subchef do Senhor Uva, em Lisboa).

Uma das novidades da primeira edição que se realiza sem restrições devido à pandemia é o mercado de produtores que estará montado nos dois dias, dando a conhecer alguns dos melhores produtos sazonais e regionais, no que se traduz “num esforço de valorização da rica cultura gastronómica algarvia”, lê-se num comunicado enviado pela organização do evento. 

Este ano, por sua vez, ao contrário das edições anteriores, haverá uma área de refeição com várias mesas para que os visitantes possam provar as criações dos chefs com maior comodidade. A circulação no festival será feita entre as 18h e as 23h, nas ruas do Comércio e Vasco da Gama. A entrada, na Praça da República, será o local onde poderão ser adquiridos e carregados os cartões de consumo digitais ou físicos.

Criado em 2020, o Arrebita Portugal conta com cinco edições (Portimão 2020 e 2021, Idanha-a-Nova 2020 e 2021 e Altitudo Guarda 2021), pretendendo “estimular a economia e o comércio locais, dinamizar as cidades e as regiões e incentivar o turismo nacional”. A entrada é livre.


 

RELACIONADOS

Evasão

Só para ver as imagens da maior piscina do mundo, é melhor por as braçadeiras

Suspeito que a expressão “a perder de vista” foi inventada logo após a construção da maior piscina do mundo.

Gourmet