O festival decorre de 28 a 30 de outubro, no Palácio Baldaya, em Lisboa Fotografia: Unsplash
Gourmet

A cerveja artesanal vai tomar conta do Palácio Baldaya, em Benfica

Este fim de semana, 14 cervejeiras de todo o país dão a provar as suas cervejas artesanais na primeira edição do festival Cervejas ao Baldaya.

Este fim de semana, até 30 de outubro, o Palácio Baldaya, em Benfica, recebe um novo festival de cerveja artesanal na cidade. O Cervejas ao Baldaya, como se intitula o novo festival que terá 14 cervejeiras da zona de Lisboa e do resto do país, conta também com uma zona expositiva que percorre o percurso ao longo dos anos das marcas presentes.

Mas nem só de cerveja se faz este festival. A marca de sidra transmontana Alfa também estará presente.

A par da componente mais cultural do festival, será também exibido o documentário Primeira Rodada, da jornalista Catarina Neves, que conta a história de pessoas que dedicam a sua vida à produção de cerveja artesanal no país. No sábado, às 18h, terá lugar uma sessão especial que contará com a presença da jornalista.

No recinto encontrarás ainda uma zona de restauração com food trucks. A música ficará a cargo de DJ Dedy Dread e de bandas locais. A entrada e circulação no festival são grátis, mas para provar as cervejas é necessário comprar um copo (€1). Os preços das cervejas variam entre os €2,50 e os €5, mediante o tamanho. As portas do evento abrem esta sexta-feira e sábado às 16h, fechando às 22h. No domingo, o horário é das 16h às 20h.

Representadas nesta primeira edição do Cervejas ao Baldaya estarão as cervejeiras Aldeana, Barona, Piratas Cervejeiros, Cerveja Bah, Mean Sardine Brewery, Madam Lindinha Lucas Craft Beer, Super Bock, Pato Brewing, Rafeira, Lince, Oitava Colina, Cerveja Chica e Dois Corvos.

RELACIONADOS

Design e Artes

Chips em cérebros, lutar com Putin e mandar-nos para Marte: o plano de Elon Musk

Elon Musk é o homem das mil polémicas. Quer controlar computadores com a mente, desafiou Vladimir Putin, quer-nos a trabalhar em Marte e, finalmente, dominou o Twitter. Quem tem dinheiro, tem mesmo (quase) tudo.

Gourmet