Especiarias | Fotografia: Pexels
Gourmet

Faz o teste: andarás a desperdiçar os benefícios das especiarias?

As especiarias estão no ADN de um novo restaurante na Ericeira, assim como na história dos portugueses. Dos cominhos à noz-moscada, vê como usar.

A propósito da abertura do restaurante Balagan, na Ericeira, com comida do Médio Oriente, a chef de gastronomia funcional Amabile Kolenda liderou uma masterclass sobre especiarias e pergunta-nos: “Que tempero vos vem à mente quando pensam no Médio Oriente?”.

As respostas foram várias, mas logo se falou em açafrão, ainda que este não seja o ingrediente principal.  

“Os três pontos principais são os cominhos, a canela e os coentros. É como se fossem o triângulo da culinária do Médio Oriente”, esclarece Amabile.

As especiarias, que no caso português fazem parte da história dos Descobrimentos, elevam os sabores de cada prato e enchem as casas com o aroma de comida caseira.

Contudo, nem sempre tiramos delas o melhor proveito – e desengana-te se achas que sim. Faz o teste para saber se andas a temperar bem a comida e a cuidar da tua saúde.  

A especiaria que nos salva do mal-estar  

"As especiarias, de um modo geral, auxiliam muito na digestão. Os cominhos auxiliam na digestão e ajudam a combater a flatulência. Antigamente, também eram utilizados quando se consumia uma coisa que podia estar pouco fresca, já que ajudam a combater as infeções causadas por outros alimentos." 

A razão pela qual deves beber café com cardamomo 

"O cardamomo verde ajuda a que a absorção da cafeína seja feita de forma mais lenta. É por isso que é muito comum fazer-se café com cardamomo. Vale a pena provar, porque deixa um aroma diferente e tem um sabor forte."  

O segredo para obter o super poder do açafrão-da-índia

"Quando se fala de saúde, as pessoas já sabem que a cúrcuma é boa. Realmente, é anti-inflamatória, antioxidante. Só que para absorvermos a curcumina, é importante que esteja ligada com um pouco de pimenta. Isto porque a pimenta abre as vilosidades do intestino."

Como consumir corretamente a noz-moscada

"A noz-moscada é boa para a saúde do coração, dos rins e do fígado. E um detalhe: tem de ser sempre moída na hora, senão, oxida. Ao comprar em pó, além de perder sabor, vai perder propriedades." 

Tirar todos os benefícios das especiarias 

“De um modo geral, como as especiarias são secas, podem entrar no calor do início do preparo”, diz Amabile e acrescenta: “É sempre melhor comprar a semente inteira, tostar, para libertar o óleo das sementes, e triturar”.

RELACIONADOS

Design e Artes

Barbie, novo filme já tem trailer e conta com reviravolta inesperada

A longa-metragem sobre a boneca mais famosa do mundo só tem estreia agendada para julho de 2023, mas já todos têm algo a dizer.

Gourmet