Azeites Esporão
Gourmet

Os azeites do Esporão são vencedores incontestados

O Alentejo continua a marcar pontos na produção de azeite e a Herdade do Esporão destaca-se com cinco medalhas no Concurso Nacional de Azeites, e há muito ouro.

Já gostávamos da Herdade do Esporão, por muitas e variadas razões, o vinho, claro, o restaurante, excelente, e parecem começar a dividir atenções com os seus aromáticos e premiados azeites. Produzidos através de processos sustentáveis e resultantes de uma escolha criteriosa das azeitonas, têm vindo a dar cada vez mais nas vistas e agora parecem ter o reconhecimento dos seus pares, no Concurso Nacional de Azeites.

O vencedor foi o azeite biológico Olival dos Arrifes, premiado com ouro duplo nas categorias ‘Frutado Verde Médio’ e ‘Modo de Produção Biológico’. Nascido de uma oliveira resistente, numa zona de arrifes, isto é, num solo rochoso, mas de biodiversidade rica e gozando das boas graças de um ecossistema equilibrado, este azeite nasce da combinação entre a azeitona arbequina e a cobrançosa, uma espécie transmontana que se dá bem no Alentejo, e lhe confere aromas frutados, herbáceos e frescos.

Mais duas medalhas de ouro arrebatadas pelo o virgem extra biológico, no pódio dedicado aos azeites frutados maduros, e pelo virgem extra DOP no norte alentejano, que se evidenciou entre os azeites da sua região específica.

A medalha de prata foi para o virgem estra Selecção, distinguido na categoria dos frutados verdes e suaves, e o mais reconhecido internacionalmente foi o virgem extra Cordovil, e que tem recebido vários prémios, de Nova Iorque ao Japão.  

O Concurso Nacional de Azeites distingue os lotes homogéneos de azeite virgem extra, isto é, o obtido exclusivamente por processos mecânicos, mas também o azeite que é responsabilidade de produtores reconhecidos e que o comercializem em nome próprio. Os seus prémios são referentes aos anos de 2021 e 2022, e são tutelados pelo CEPAAL, o Centro de Estudos e Promoção do Azeite do Alentejo, e pelo CNEMA, o Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas.

 

 

RELACIONADOS

Coolhunting

Nova coleção Montblanc. Em pele, mas alinhada com a sustentabilidade

A nova coleção de artigos em pele da Montblanc revisita as formas e texturas que conferiram notoriedade à marca no início do século XX.

Gourmet