Fotografia: Unsplash
Gourmet

Christmas Food For Thought: a campanha que nos deixa a pensar à mesa

Até 6 de janeiro, podes provar os pratos que seis chefs do Time Out Market criaram, inspirados nas histórias de vida de seis migrantes que foram obrigados a deixar os seus países devido à guerra e opressão.

Este ano, o Natal será diferente para Elyas, Ayiman, Samir, Svitlana, Vimbayi e Tetiana. Ainda que os seus nomes nada nos digam, estes migrantes que chegaram a Portugal deixando para trás tudo nos seus países, lembram-nos que milhões de pessoas vivem momentos difíceis nas suas terras. O Time Out Market, em Lisboa, juntamente com o Alto-comissariado das Nações Unidas para os Refugiados e a agência de publicidade FunnyHow, desenvolveu a campanha Christmas Food For Thought que, através da comida, conta a história e as memórias de quem deixou as suas casas.

Até 6 de janeiro, vais poder provar seis pratos criados pelos chefs do Time Out Market, inspirados nas memórias dessas pessoas que foram obrigadas a deixar tudo para trás nos seus países. 

Elyas Rahrow, empresário vindo de Cabul, juntou-se à chef Marlene Vieira (Marlene,) para criar um prato inspirado nos sabores afegãos. Já o violinista Samir Karimi, também afegão, juntou-se a Henrique Sá Pessoa (ALMA, 2* Michelin), para criar um prato que traduza as memórias do seu país.

A chef Manuela Brandão (Pap’Açôrda) inspirou-se na história de Tetiana Voronina, uma engenheira que foi forçada a abandonar Odessa este ano, quando o conflito na Ucrânia começou. Também da Ucrânia e fugida do conflito armado veio Berezhna Svitlana, designer de moda nascida em Kiev, que teve um prato criado pelo chef Vincent Farges (Epur, 1* Michelin). O chef Miguel Castro e Silva (Casario; deCastro) baseou-se na história de Ayiman Alshaqrouni, vinda de Tripoli na Líbia, onde se dedicava ao serviço de catering. Já Vimbayi Chidavaenzi, do Zimbabué, ficou nas mãos da criatividade da chef Susana Felicidade (Cozinha da Felicidade).

No YouTube, é possível conhecer melhor as histórias destes seis migrantes, ficando também a conhecer o processo criativo que culminou nos pratos que agora são servidos no Time Out Market. Os pratos criados, nomeados segundo as cidades natais de cada uma dos participantes do filme, vão estar disponíveis até 6 de janeiro. A iniciativa é de caráter solidário pelo que parte do valor dos pratos reverte a favor do Portugal com ACNUR, parceiro nacional do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (UNHCR/ACNUR).

RELACIONADOS

Coolhunting

Escolhas VERSA: as jóias que marcaram 2022

Apesar de o ano estar a acabar, ainda vais a tempo de usar as peças que marcaram 2022, da Pandora à designer Andreia Lobato.

Gourmet