Inne Trip
Nécessaire

Um retiro no rebuliço de Lisboa? O nosso veredito é: Sim é possível e recomendamos!

A primeira Inner Trip Lisboa decorreu no Hotel Valverde, em plena Avenida da Liberdade, e fechámos os olhos e viajámos ao nosso interior.

Podemos pensar em Bali. Podemos pensar na Índia. Mas quando vimos o anúncio de uma Inner Trip, um retiro no centro de Lisboa pensamos, why not? De repente não é preciso passar horas num avião até ao outro lado do mundo para um momento mais Zen e a ideia agrada-nos.

Marta Monteiro tem um master em Coaching e como Human Developer dedica-se a conduzir as pessoas a uma viagem interna de autoconhecimento ajudando a ver a vida com outros olhos. Deixou o mundo corporativo onde trabalhava e dedicou-se a uma ferramenta que se chama Points of You, que nos ajuda a desenvolver o nosso potencial de uma forma positiva e criativa. Como nada acontece por acaso, conheceu Tânia Reis, que aos 40 anos depois de uma vida corporativa decidiu abraçar a mudança e dedicar-se ao Yoga, não só pela prática, mas pela filosofia de vida. Conta-nos no início do dia que a grande mudança surgiu numa peregrinação budista pelos Himalaias indianos, sem família onde viver uma experiência limite que determinou a sua vontade de mudança.

Feitas as apresentações, o grupo de seis mulheres a que me juntei começou com uma prática de Yoga na varanda do Hotel Valderde. Seguiu-se o primeiro momento Points of You ®, uma ferramenta que trabalha com cartas com imagens e palavras, que trabalha os dois lados do cérebro e o nosso lado emocional e o mais racional. A paragem para almoço nos jardins do Valverde reforçou ainda mais o propósito do dia, com um menu saudável e alinhado com o verde que nos rodeia.

Um único dia de retiro é intenso. São emoções e partilhas de grupo, através de um outro “jogo” Points of You ® – o Punctum, que para além de imagens e palavras traz perguntas poderosas que devemos fazer a nós próprios. A nossa intenção do dia (uma pergunta ou um objetivo que definimos logo de manhã) começa a ter respostas ou pelo menos a entrar um caminho. A fechar o dia voltamos aos nossos tapetes e Tânia Reis leva-nos numa viagem interna através do som das Taças Tibetanas.

Num único dia e em plena cidade viajámos para longe. Vivemos emoções. Colocámos questões e obtivemos algumas respostas. Ou quem sabe caminhos. A próxima Inner Trip será num outro lugar também ele especial – nos Açores, e podes ver toda a informação aqui.

 

 

RELACIONADOS

Coolhunting

Ferrari detém recorde mundial e nada tem a ver com carros…

Não é o carro mais veloz, nem o carro mais caro. A Ferrari detém um recorde mundial, sim, mas tudo por culpa de um relógio.

Nécessaire