Duas jovens em biquini em 1950 | Fotografia: Mondadori via Getty Images
Coolhunting

Este é o biquíni que o Vaticano considerou "um atentado à moral"

No Dia Mundial do Biquíni, que se assinala a 5 de julho, recordamos o primeiro modelo que provocou uma explosão atómica em 1946 e que fez tremer o Vaticano.

É quase uma peça de roupa obrigatória no verão e certamente que já perdeste a conta aos biquínis que tens na tua coleção, mas sabias que o primeiro modelo nasceu em 1946 e provocou uma verdadeira revolução na altura?

O culpado foi Louis Réard, um engenheiro que decidiu lançar-se no mundo da moda a escandalizar as mentes mais puritanas da altura ao criar aquele que seria “o novo fato de banho”.

Apesar de já existirem outros designs mais modestos, o modelo de Réard causou tanta sensação que foi batizado de “Bikini”, numa alusão ao Atol de Bikini, no Oceano Pacífico, onde eram realizadas explosões atómicas experimentais.

E, a julgar pelas ondas de repercussão, a invenção deu origem a uma verdadeira explosão de moralismos, com o biquíni a ser condenado pelo papa Pio XII por ser considerado fora dos padrões que se julgavam adequados pela Igreja Católica.

O seu design revelador, que deixava à mostra uma quantidade significativa do corpo feminino, era algo inédito para a época e o Vaticano condenou a nova peça de roupa, que considerou imoral e contrária aos padrões de decência.

Além do Vaticano, vários países mostraram-se contra o uso do biquíni, como Espanha, Itália ou Bélgica, que chegaram a impor restrições ao seu uso.

Mas o que tinha o biquíni de tão especial?

Além de ser bastante reduzido para os padrões da época, era feito num tecido estampado em papel de jornal e Micheline Bernardini, bailarina exótica do Casino de Paris, foi a única que se atreveu a usá-lo, tendo sido fotografada na Piscine Molitor em 1946.

A bailarina Micheline Bernardini foi a primeira a atrever-se a usar o biquini, tendo sido fotografada na Piscine Molitor em 1946

Apesar da onda de críticas, o biquíni acabou por se tornar cada vez mais popular, especialmente a partir da década de 1960, quando a evolução dos padrões de moda desafiou as normas mais tradicionais.

Aqui podes acompanhar um pouco da sua evolução ao longo dos anos.

 

 

Evasão

Ainda existem praias secretas em Portugal? Sabemos de uma

No Algarve, um dos locais mais turísticos do país, ainda é possível encontrar praias que fogem ao circuito de massas. Esta é uma delas.

Coolhunting