Hello Copencore
Coolhunting

Parisian Chic is dead. Hello Copencore

Copenhaga já é mais do que a Pequena Sereia, tornou-se uma capital da moda.

Nos novos códigos da moda já só se fala de Copencore – uma estética especifica que surgiu em Copenhaga, e que para além de desfilar nas semanas de moda, já conquistou as ruas da capital da Dinamarca.

Se fosse em frança poderíamos dizer que há um certo “je ne sais quoi “ na forma como se vestem, mas Paris sai desta equação e entramos num “happening” a que se assiste nos lugares mais cool da capital dinamarquesa, onde a prioridade nos looks vai para as peças práticas, os tons neutros, visuais luxuosos, mas ser serem extravagantes. Resumindo é este o código da moda de Copenhaga, o tal Copencore.

Vários artigos internacionais destacam a forma como por ali se vê facilmente um vestido bem combinado com uns Adidas, como os cabelos oversized são tendência, os casados de ombros largos se juntam às calças de cintura alta. Um cool aparentemente sem esforço, clean e sem grande maquilhagem.

De certa forma, é a moda alinhada com o minimalismo reconhecido à Escandinávia, que nas roupas surge sem logos à vista, sem grandes padrões e com silhuetas fluidas. Mas não é assim tão simples aderir ao Copencore, por ali parece que já nascem com jeito para combinar diferentes peças guardadas nos armários, com um desprezo inato pelos looks totais e com a confiança de sair à rua com um estilo muito próprio.

E o que se lê pelos sites internacionais é que este não é um movimento que irá desaparecer. Tem vindo a ser construído e posiciona Copenhaga no mapa da moda mundial.

RELACIONADOS

Evasão

É assim a suite mais cara do hotel mais luxuoso do mundo

Uma noite na suite presidencial do Burj Al Arab Jumeirah, o hotel com sete estrelas no Dubai, custa €25.000. Viaja através da nossa galeria de imagens.

Coolhunting