Bridget Jones é o melhor exemplo da estética feminina inglesa dos anos 2000.
Coolhunting

“Frazzled 2000s English Woman Aesthetic” ou a tendência que é difícil pronunciar

E o pior é que não sabemos se estamos preparados.

Levámos algum tempo a aceitar tendências como a Barbiecore, a Goblincore, a Balletcore, mas aceitámos. Agora, quando nos falam que chegou o momento da estética feminina inglesa dos anos 2000, em que a própria roupa nos ajuda a ter aquele aspeto de quem está prestes a ter um esgotamento, ficamos felizes por saber que, como em tudo, as tendências também passam…de moda. Mas é real e já anda pelas ruas, nas coleções de marcas como a Prada e, claro, em vídeos no TikTok.

De novo tem pouco, mas se te quiseres inspirar e viver (ou reviver) a tendência com tudo a que tens direito é pegar nos clássicos de Richard Curtis e está tudo lá: de O Amor Acontece, a Notting Hill e claro, nos vários diários da nossa querida Bridget Jones.

 

 

Como o tema é sério (e até nos preocupa) passamos a explicar: a tendência “Frazzled 2000s English Woman Aesthetic” nasce entre os anos 2000 a 2007 e não se trata só de roupa, mas, sim, de toda uma mentalidade que vimos em personagens como Bridget Jones e seus amigos, em Emma Thompson, Keira Knightley e Laura Linney no filme Love Actually e em Kate Winslet no clássico de Natal The Holiday.

Se prestarmos atenção, há várias personagens que trabalham em publicações, quase todas são de classe média e vivem de alguma forma um drama romântico. Mas também o estilo as aproxima e é aí que nasce esta tendência na moda. Os collants são opacos, as saias tocam nos joelhos, as malhas são um must-have do cachecol às camisolas. Junta-se umas botas até ao joelho, um cabelo mal-arranjado e temos (o que mais tememos): a mulher inglesa dos anos 2000 agora versão 2022.

E sobre esta tendência não consigo escrever mais. Está aí, portanto é aproveitar! (Ou não)

 

RELACIONADOS

Coolhunting

O fato de treino do futuro apresenta o desporto ao luxo

Não é mais um Adidas, é o fato de treino dos futuros ativistas - e a reciclagem nunca esteve tão na moda.

Coolhunting