Bitch. Fotografia: Unsplash
Design e Artes

A música que todos cantam e muitos reprovam torna o TikTok no novo Spotify?

O TikTok já não é um adolescente, é um adulto de espírito jovem que promete continuar a conquistar as massas e, cada vez mais, ao som de músicas que até então não conhecíamos.

Há temas musicais que, mesmo sem permissão, entoam na nossa cabeça dia e noite, principalmente, se formos consumidores do TikTok. Aliás se há algo que esta rede social pretende é ser a plataforma de lançamento de muitos hits e provas não faltam.

Música e TikTok sempre andaram de mãos dadas, bem como os desafios que proliferaram a plataforma. E é precisamente um dos mais recentes desafios desta rede social que se tornou viral para os que dançam ao som dele e para os que denunciam o conteúdo.

A música que fez parte da infância de muitos, principalmente dos americanos, mas que todos tão bem conhecemos, “Twinkle Twinkle Little Star”, tem, agora, uma versão quase que vulgar, pela voz de Leah Kate – “Twinkle Twinkle Little Bitch”. Numa tradução rápida e até generosa, passamos de uma estrela a brilhar a uma cabra cintilante.

E se achamos que se tornou viral pelo desafio em si, vamos ter que tentar de novo. O que mais deu destaque a este “movimento digital” foi a pouca aceitação de muitos. Houve mesmo quem lançasse uma petição para a remoção do conteúdo, considerando-o uma afronta ao imaginário infantil.

Certo é que as plataformas de música, como o Spotify, já recorrem a características do TikTok para lançarem artistas e novos temas. Caso para dizer: twinkle twinkle, TikTok!

RELACIONADOS

Design e Artes

Sex Rooms na Netflix: um prazer de decoração ou a nova forma de fazer televisão

Em tempos, uma bolinha vermelha era presença assídua no canto superior do nosso televisor para assinalar “conteúdo (muitas vezes pouco) impróprio” e, agora, vemos filmes e séries que exploram a sexualidade como a minha avó não imaginaria vir a ser permitido.

Design e Artes