streetstyle Alive 2022, fotografia de Marisa Cardoso
Coolhunting

Alive ao dia 3: a grande noite do rock ‘n’roll

Ao terceiro dia a casa veio abaixo com o grande concerto dos Metallica e os festivaleiros vestidos a rigor. Mas o girl power de St Vincent e de M.I.A roubaram atenções.

Os Metallica são das (muito) poucas bandas clássicas de heavy metal que atravessam idades e classes sociais. Prova disso é a sua redescoberta pelas gerações mais novas quando um dos seus temas entrou na banda sonora da popular série Stranger Things. Ainda mais um tema do álbum Master of Puppets, de 1986, quando o mundo ainda tinha preconceitos em relação aos looks diferentes da juventude e considerava os roqueiros esquisitos.

Nem por acaso, tocaram pelo menos quatro temas desse disco e um rol impressionante de sucessos, muitos deles acompanhados em uníssono pelo público. E, como sempre, incendiaram a plateia, nunca parecemos cansar-nos dos Metallica. E o tempo não passa por eles, a não ser nos cabelos já grisalhos. 

Antes tinham tocado os Royal Blood, um rock competente e com piada, a piscar o olho aos refrões da pop, mas sempre melhores ao vivo do que nos seus discos demasiado polidos.

A verdade é que o grande palco rivalizou com as duas fashion sirens da música e da moda, ambas muito fora da caixa, e que tocaram no outro lado do recinto.St.Vincent era muito aguardada e surgiu linda em palco, no seu catsuit cor de rosa, com um trio de coristas a condizer e a dar aquele toque de Soultrain funky num tapete rolante de voz.

Estava no segundo palco, mas podia estar em qualquer lado, incluindo Las Vegas: a atitude era de cabeça de cartaz, sempre poderosa e hiper feminina. No meio do concerto aproveitou para lembrar o Supremo Tribunal dos Estados Unidos que a reversão da lei do aborto, para o que era há 50 anos atrás, é “uma questão básica de direitos humanos”.

Destaque também para a imparável M.I.A que, a rematar o girl power da noite, e como sempre, derruba todos os estereótipos femininos e culturais e lança chamas em palco com letras incisivas, muita dança e um grande sentido de estilo.

A Marisa Cardoso andou por lá a fotografar os melhores looks, e o resultado está na galeria, em cima.  

 

RELACIONADOS

Coolhunting

NOS ALIVE o terceiro dia

Os looks das celebridades continuam a sobressair.

Coolhunting