Florence Pugh | Fotografia: Instagram
Coolhunting

Como é possível um vestido transparente ofender tanta gente?

Apesar de estarmos em 2023, as mulheres ainda enfrentam muitas críticas e ataques sobre o que vestem em público.

Florence Pugh é a capa da edição de inverno da Vogue e foi numa entrevista para esta publicação que recordou o controverso vestido transparente Valentino que usou em julho do ano passado.

"Nunca tive medo do que está por baixo do tecido", revelou a atriz britânica. "Se estou feliz, então vou usá-lo. Claro, não quero ofender as pessoas, mas o meu ponto é: como é que os meus mamilos te podem ofender tanto?".

"Como é que os meus mamilos te podem ofender tanto?"

O visual altamente feminino da casa de alta costura Valentino foi muito elogiado mas também causou uma onda de cyberbullying e ataques misóginos vindos sobretudo de homens.

Pugh não se manteve em silêncio e respondeu aos comentários no Instagram: "Não é a primeira vez e certamente não será a última vez que uma mulher ouvirá que há algo de errado com o seu corpo por uma multidão de estranhos. O que é preocupante é apenas quão vulgares alguns de vocês, homens, podem ser".

Florence Pugh acredita que é possível e importante lutar pelos direitos e proteções das mulheres através da moda e afirma que não permite que as chamadas normas sociais e decoro limitem a forma como se veste. E nós apoiamos esta tomada de posição, porque tem sido uma grande fonte de inspiração.

A atriz foi um verdadeiro ícone de estilo em 2022. Tornou-se musa da Valentino, mostrou que não tem medo de ousar e causar impacto e arrasou nas red carpets. Aguardamos ansiosamente pelos looks de 2023.

RELACIONADOS

Gourmet

Da sopa aos brownies, três receitas com couve-flor

A couve-flor está entre os legumes da estação, pelo que é altura de pores os teus dotes culinários em prática.

Coolhunting