Weird Girls. Fotografias: Instagram Bella Hadid
Coolhunting

Ser “esquisito” está na moda e a estética “weird girls” conquista as redes sociais

Bella Hadid já aderiu à tendência e nós temos o nosso Veredicto.

Durante anos foi uma imagem que associámos à excentricidade de algumas ruas de Tóquio. Uma moda sem regra ou em que a única regra é vestir camadas diferentes de roupa e quanto mais estranho… melhor. Mas agora a estética “weird girls” saltou fronteiras e faz sucesso em redes como o TikTok e Instagram, mas também junto de celebridades em Hollywood. O segredo está apenas em abandonar tendências e vestir o que se quiser.

Quem chamou recentemente à atenção foi a modelo Kaia Geber na sua conta no Twitter depois de ver uma fotografia de Bella Hadid ao estilo “rapariga esquisita”. E os comentários foram imediatos questionando-se se é uma moda que só funciona com a modelo ou se é um movimento anti-moda. O nosso veredicto é que o nome lhe assenta na perfeição: Esquisito. Ainda assim, somos adeptos da liberdade de expressão através de um estilo próprio e gostamos de quem corre riscos. Para além disso, as “weird girls” são verdadeiras amantes de tendências e de moda.

Quando vários especialistas anunciam o fim do “core”, aquelas normas que se devem seguir no universo da moda, este alegado caos na forma de vestir parece fazer sentido e ter espaço para crescer. Se bem que os olhos bem treinados conseguem identificar uma mistura de vários estilos: gorpcore, ravecore, goblincore e até angelcore, mas sempre com algo que o torna único e esquisito.

Para as “raparigas esquisitas” mais é mais, adoram acessórios, peças de diferentes cores e texturas, têm alguma nostalgia traduzida em peças vintage e basta procurar #weirdgirlaesthetic e encontrar muitas formas de inspiração.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by Bella 🦋 (@bellahadid)

RELACIONADOS

Design e Artes

Aston Martin fabrica 25 réplicas de carro usado em Goldfinger

As unidades terão um custo de 3 milhões de euros e serão iguais ao modelo usado no filme de 1964 protagonizado por Sean Connery.

Coolhunting