Banker Bag 2.0
Coolhunting

Banker Bag 2.0: a mala da Morgan Stanley para usar em Wall Street (e não só)

Pelas mãos da Morgan Stanley e da designer Rebecca Minkoff, a nova versão das malas empresariais quer mudar paradigmas.

Vamos recuar aos anos 70 e 80 nas imagens do filme “O Lobo de Wall Street”. Recordas-te daqueles homens de pasta na mão a entrar dentro do edifício onde fica a empresa de ações de Wall Street? Este cenário, que vigorou durante anos e em parte ainda continua, está prestes a mudar. 

A empresa de serviços financeiros sediada em Nova York, Morgan Stanley, e a reconhecida designer Rebecca Minkoff reinventaram a clássica mala de mão usada por homens de negócios um pouco por todo o mundo, embora com maior expressão nos Estados Unidos. 

Menos de 3% das mulheres a trabalhar na área das finanças usa uma tradicional mala de banqueiro e 50% não tem grande interesse em usar no modelo tradicional, de acordo com uma pesquisa da Morgan Stanley. Com a nova e inédita colaboração entre uma empresa financeira e uma designer de moda, estes números podem mudar. 

“Não sou apenas uma designer de moda, sou uma forte defensora das mulheres nos negócios. Este projeto deu-me a oportunidade de repensar num ícone de estilo para que ele reflita a nova diversidade de género no setor bancário”, disse Rebecca Minkoff num comunicado sobre a coleção.

As malas empresariais mais modernas passam a chamar-se Banker Bag 2.0 e são agora mais largas, são feitas com couro certificado pela Declare Red-List Free Label, têm uma alça de ombro removível, muitos compartimentos e assumem tons brilhantes. 

“O meu objetivo é empoderar as mulheres de modo a que se sintam confiantes a expressar o próprio estilo no local de trabalho”, remata a designer.  

 

As malas estão à venda no site de Rebecca Minkoff e podes escolher já na galeria a tua mala empoderadora favorita. 

RELACIONADOS

Córsega: “Uma montanha no meio do mar”

"Diz-se que a simplicidade é o novo chique; se assim é, a Córsega é o lugar certo para conhecer."

Coolhunting