Cena do filme Sideways, de 2004
Gourmet

Na Quinta da Arriça, a arte de fazer vinhos é uma vocação de família

Redação

Com cerca de dois hectares de vinha, esta quinta secular localizada na zona de Coruche aposta em produzir vinhos limados, sem grandes artifícios.

Localizada na pequena localidade de Fazendas da Arriça, em Coruche, a Quinta da Arriça remonta ao ano de 1926, quando Joaquim Botas adquiriu a propriedade, decidindo plantar vinhas quase 30 anos depois. 

Desde então, a produção de vinhos tornou-se a principal atividade, com cerca de dois hectares de vinhas próprias, onde se destacam castas como o Sousão, Cabernet Sauvignon, Touriga Nacional, Syrah e Pinot Noir.

Tratando-se de um negócio familiar, é atualmente Arlindo Botas, filho de Joaquim Botas, é o proprietário que se dedica à produção vínica, tendo como objetivo pôr no mercado vinhos que espelhem o entusiasmo, profissionalismo e amor de uma pequena equipa.

O Coruja do Montado (€7,80), um reserva de 2019, é um dos vinhos que melhor traduz essa preocupação. Elaborado com Cabernet Sauvignon, Touriga Nacional e Sousão, uvas colhidas à mão em caixas de 12 quilos, revela-se suave na boca e bastante gastronómico. Já o Coruja do Montado Branco (€6,70), um reserva de 2020, combina Fernão Pires com Malvasia, ganhando elegância e complexidade ao ter estagiado em barricas de carvalho.

RELACIONADOS

Coolhunting

Trinco: pedras preciosas para usar no dia a dia

Esta nova marca portuguesa quer tornar mais fácil o uso de joias com pedras preciosas e trazê-las para o dia a dia de cada um.

Gourmet