Vidro inteligente de Shigeru Ban - Fotografia: The Tokyo Project
Design e Artes

Japoneses voltaram a inovar na hora de ir à casa de banho

Depois de sanitas com jatos de água e assentos aquecidos, os japoneses voltaram a inovar com 17 projetos que te vão fazer querer usar casas de banho públicas. Pelo menos as de Shibuya.

O Japão é considerado um dos países mais limpos do mundo, no entanto as suas casas de banho públicas não têm seguido os altos níveis de higiene exigidos e esperados. A população ainda as vê como espaços escuros, sujos e inseguros e por isso não os utiliza muito.

Para acabar com este estereótipo, o governo da cidade de Shibuya, em Tóquio, no Japão, lançou o projeto The Tokyo Project e está a renovar 17 casas de banho públicas para que sejam acessíveis a todos, independentemente do sexo, idade ou deficiência.

Há casas de banho feitas com vidro transparente que fica opaco quando alguém entra e tranca a porta - uma criação de Shigeru Ban, um dos arquitetos mais proeminentes do mundo -; há instalações circulares que se integram na paisagem - uma obra de Tadao Ando, arquiteto vencedor do Pritzker -; há "aldeias" de casas de banho feitas de cedro, abertas, arejadas e de fácil passagem - uma criação do arquiteto Kengo Kuma; há um pouco de tudo, e podes ver algumas imagens neste artigo.

Foi ainda formada uma equipa de manutenção, composta por várias organizações e empresas, que deve garantir o bom funcionamento e a higiene destas instalações.

Todos os sanitários estão a ser projetados por 16 arquitetos e designers reconhecidos mundialmente. 12 sanitários já foram inaugurados, os restantes estarão concluídos até o final de março de 2023.

RELACIONADOS

Gourmet

No Natal, a Gleba tem tudo para encher a mesa de casa

O bolo rei e o famoso panetonne estão de volta, mas há mais novidades este ano. Os kits Gleba juntam produtos de pastelaria, padaria e mercearia, e podem ser criados à medida.

Design e Artes