Vinha Centenária
Gourmet

Este vinho do Pico é nosso, tem história e uma idade a que eu desejava chegar

  • 16 out, 10:00
Redação

Dos currais do Pico da zona da Criação Velha, essa mesma onde se salvaram as vinhas da filoxera e do oídio há mais de um século, permaneceram alguns vinhedos rijos e duradouros para contar a história de uma ilha, de um povo e da sua resistência. Têm a palavra estas vinhas e hoje suas uvas.

Nem vou enumerar os prémios que este Vinha Centenária já recebeu. Qualquer pesquisa devolve isso rapidamente. E merecidamente. Estamos a falar de um vinho de uma categoria única.

O cuidado das vinhas está a cargo de uma família privada há 3 gerações, desde que se lhe tem o rasto. Tranquilize-se. Está assegurada mais uma, que já recebe ensinamentos dos atuais ancianos para que a tradição siga incólume. Sendo velhas, centenárias, sabe qualquer apreciador que ao sabor intenso e refinado se opõe a quantidade diminuta. Bagos mais pequenos, de menor fulgor no tamanho, mas maior pujança no sabor, concentrado e apurado.

Este 2020 mantém a reputação. Uma parcela diminuta de 0,6 hectares que deu origem a 1530 garrafas, onde cada um de nós pode apreciar um copo, a acompanhar um tártaro de Enxereu preparado de forma exímia pelo Chef José Diogo Costa, ao jeito das suas viagens pelo país e pela Ásia, com o seu dom de espreitar a curiosidade local e imiscuir-se nos seus sabores típicos, mas arrebitando-os com provocação.

Mas voltemos ao Vinha Centenária.

A Inês, sommelier da casa no espaço da Azores Wine Company, deu o seu compasso de espera para nossa apreciação, ao que cada um retorquiu:

-Outro calibre!

-Bem... estamos a falar de um vinho de outra categoria.

-Tem de se saber apreciar.

Juntámos a unanimidade e perguntámos quão centenárias eram as vinhas.

Mais de 100 certamente. Aponta-se 120. Uma raridade nos Açores.

Com 95% de casta Arinto dos Açores, as primeiras prensas a estagiar em cubas de inox e as segundas em barricas, este Vinha Centenária é nosso, é um vinho português, dos melhores do nosso país, dos mais únicos e delicadamente intensos.

Pão tostado, estrutura mineral, salínico e, claro, aquela fruta tropical. Fantástico.

O Sr. Dutra que cuida das vinhas na família está certamente orgulhoso pelo trabalho que António Maçanita e a equipa dão ao legado. E nós também.

 

Veredicto Versa: “Orgulhosamente nosso”

Vinha Centenária

2020

Azores Wine Company

Preço da colheita 2020: €86,90

Pode ser adquirido na garrafeira online aqui: https://www.antoniomacanita.com/pt/vinhos-online

RELACIONADOS

Nécessaire

Com menos de 3 euros, preparas um banho digno de uma bilionária

Com estes 10 produtos para o durante e pós banho, vais ficar a cheirar a luxo. E que aroma é este? É o que estás prestes a descobrir.

Gourmet