A Brasileira, Porto
Gourmet

No Porto descobrimos que A Brasileira já não é só café

No edifício da cafetaria centenária, o Pestana Porto A Brasileira City Center & Heritage Building é hoje uma experiência completa a descobrir bem no centro da Invicta.

Localizado na Avenida Sá da Bandeira, em pleno centro do Porto, o hotel encontra-se próximo das principais atrações turísticas da cidade, como a Torre dos Clérigos, a Sé do Porto, a Estação de São Bento e a Ribeira, assim como das salas de espetáculo mais marcantes e do comércio mais tradicional da cidade.

Inaugurado em 2018, após a reabilitação do edifício da cafetaria centenária A Brasileira, que preservou todos os seus traços originais, o hotel conta com 89 quartos e suites que se encontram distribuídos por vários pisos temáticos, todos eles associados às especiarias importadas durante a expansão marítima portuguesa: anis, café, canela, chá, chocolate e pimenta rosa.

E ainda que hoje o lugar não seja só café, durante a nossa estadia não deixámos de visitar a cafetaria A Brasileira e a sua esplanada, num dos dias quentes do Porto. Um lugar repleto de memórias e que é uma verdadeira experiência para os amantes de um bom café. Desde que abriu em 1903, sempre foi um lugar especial no coração da cidade e hoje em dia, continua a oferecer café de especialidade, com grãos moídos no momento e que podem ser servidos de várias formas: expresso, cappuccino, caffè americano, sem esquecer as edições especiais e limitadas de sabores, sob a assinatura da Vernazza. Já para os apreciadores de Chá, a Compagnie Coloniale oferece uma diversidade de sabores com características únicas, que podem ser servidos quentes ou frios.

Adaptada aos dias de hoje, a cafetaria tem toda uma seleção de patisserie e uma carta renovada com refeições ligeiras: bagel com salmão, tosta de abacate, saladas de camarão ou de queijo fresco e prego no pão. O principal destaque vai para novos bowls de arroz ou quinoa. Ainda pode acrescentar à refeição, waffles e panquecas, doces ou salgadas.

Uma dica da VERSA: Não deixe de experimentar o Bolo 4 de maio, um bolo caseiro que ganhou o nome no dia em que a Cafetaria foi inaugurada em 1903 e cuja receita se mantém original. É composto por frutos secos, damasco, cenoura, canela e limão, e diferencia-se por não conter açúcar.

RELACIONADOS

Coolhunting

Leia só se gosta de joias extraordinárias

A holandesa Bibi Van der Velden mudou-se para Portugal e com ela trouxe a família e uma invejável coleção de alta-joalharia vintage que mostrou, há dias, numa galeria no centro de Lisboa. Dela é a plataforma online de joalharia Auverture, que junta, entre outros, Fernando Jorge, Delfina Delettrez ou Sophie Bille Brahe.

Gourmet