Bridget Jones
Gourmet

Vinho de pacote porque vida é demasiado curta para beber mau vinho

Vinho de pacote é coisa má, dizem os preconceituosos que agora vão pensar duas vezes antes de abrirem uma garrafa.

Sempre que chegamos aos corredores do supermercado destinados aos vinhos, os olhos são postos nas garrafas em detrimento dos pacotes. “Esses” são manifestamente desprezados, ou não os víssemos como de menor valor e quase que pouco dignos de consumo, tanto que nem têm direito a um lugar na prateleira dos engarrafados.  

Mas a má reputação de um vinho em pacote não se justifica. Segundo os entendidos na matéria, as vantagens são muitas e perfazem uma lista:

  1. Os vinhos em caixa permanecem mais frescos, com duração aproximada de até 6 semanas, enquanto uma garrafa de vinho aberta se estraga após cerca de uma semana.
  2. São mais fáceis de transportar (esta não é novidade) e lembramos a vantagem de não haver mais um elemento na mesa que pode ser partido pelo amigo que bebe uns copos a mais.
  3. O vinho em pacote é mais ecológico e uma embalagem sustentável deve ser hoje, mais do que nunca, uma prioridade nas nossas escolhas diárias. Estamos a falar de metade das emissões de carbono, comparativamente a uma garrafa, segundo um artigo do The New York Times.
  4. Por fim, existem mesmo vinhos em pacote que reinventam o luxo, como é o caso de Juliet, um vinho branco, tinto ou rosé, numa caixa linda, por cerca de 50 euros a embalagem.

E, atenção, que começamos a falar de supermercados porque é lá que a maioria de nós procura vinho para acompanhar jantares com amigos ou mesmo um momento a solo. Mas não deixa de ser verdade que os vinhos que se querem envelhecidos precisam de uma garrafa, já que as partículas de oxigénio que se infiltram ao longo dos anos são essenciais a este processo.

Mas deixemos os envelhecidos para ocasiões especiais e, até la, saboreamos vinho de pacote porque a vida é demasiado curta para não fazermos boas escolhas.

RELACIONADOS

Coolhunting

Realeza mostra que look digno de princesa custa menos de 15 euros

E nem precisamos pertencer à família real britânica para ter o guarda-roupa da Princesa Charlotte.

Gourmet